Monthly Archives: Maio 2014

Cibercriminosos infectam 1,5 mil PDVs em 36 países. Brasil está na lista

A IntelCrawler, empresa especializada em cibersegurança descobriu uma gigantesca operação que infectou com programas maliciosos aproximadamente 1,5 mil terminais ponto-de-venda, sistemas de contabilidade e outras plataformas de gestão de varejo em 36 países, incluindo o Brasil.

Outros países envolvidos são Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália, China, Rússia e México. São vários os sistemas afetados, como por exemplo o LinxPOS que é bem conhecido no país. A lista completa está disponível para download no blog da companhia.

O tamanho do estrago dessa botnet reascende a discussão sobre os problemas de segurança em sistemas de varejo, como as recentes invasões de PDVs em grandes redes de lojas dos Estados Unidos. Aqui no Brasil nunca foi utilizada uma política sólida de segurança da informação nas implantações de PDVs e Backoffice. O que mostra que as estratégias devem ser revistas, já que o segmento está na mira dos cibercriminosos.

 

Via IDGNow

NFC-e: Prorrogação do SAT e adesão do RJ

O Estado de São Paulo prorrogou pela segunda vez a obrigatoriedade da emissão da NFC-e. O Paraná já teve a mesma iniciativa prorrogando para Janeiro do ano que vem.

E o Rio de Janeiro confirmou nessa ultima segunda-feira  em cerimônia oficial no Palácio Guanabara a adesão ao projeto, confirmando ser o 19o entre os Estados com obrigatoriedade e aderentes ao piloto. É o projeto NFC-e ganhando força nos Estados brasileiros.

Será que chegou a vez de mais software e menos esforço?

Todo mundo ganha com a NFC-e. Enquanto os estabelecimentos se livram de equipamentos específicos, homologações e se tornam livres para o uso da mobilidade, os consumidores podem receber seus recibos por e-mail ou SMS e o Fisco por sua vez ganha a informação em tempo real e a auditoria eletrônica.

 

“A portaria CAT 30/2014 delibera, segundo publicação do dia 5 de março, que a obrigatoriedade de emissão do SAT em substituição ao Emissor de Cupom Fiscal (ECF) para estabelecimentos de código 4731-8/00 na CNAE, sendo enquadrados como  comércio varejista de combustíveis para veículos automotores, a partir do dia 1º de novembro de 2014.  O calendário ainda prevê que estabelecimentos deste mesmo CNAE, porém que utilizam a Nota Fiscal de Venda a Consumidor (modelo 2), devem emitir o SAT a partir do dia 1º de abril de 2015.

Exceto alguns casos específicos, estabelecimentos que estiverem inscritos no cadastro de contribuintes do ICMS até o dia 31 de outubro,  não conseguirão mais autorizações de uso de equipamento ECF.

É a segunda revogação de prazo para implantação de nova tecnologia que se tem conhecimento. A primeira anunciada foi a do PAF-ECF no Paraná, no início do ano. Há cerca de 15 dias foi divulgado em Diário Oficial do estado a prorrogação de obrigatoriedade para Janeiro do ano que vem. Enquanto isso, a Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final (NFC-e), cujo projeto está ligado ao da Nota Fiscal Eletrônica, vai ganhando força com a adesão de estados.”